Serrazes — A cobra


Férias em família e com amigos enchem-nos o saco das recordações de estórias sem conta. Recordo o dia da cobra, que resolvemos guardar religiosamente para memória futura. Está cá em casa há décadas e só hoje soube como foi ela descoberta. A recordação veio do António Vilarinho que, ao comentar no Facebook uma visita que nos fez, ao Parque de Campismo de Serrazes, evoca um encontro com uma cobra... Se não é esta que hoje aqui exibo, pode ser mãe, pai, irmã, filha ou prima da que o nosso amigo Vilarinho encontrou no caminho que vai das Termas de São Pedro do Sul até Serrazes. 
Recordo que os meus filhos ma trouxeram já morta e que resolvemos mergulhá-la em álcool. Até um dia...
Obrigado, meu caro, pela partilha.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

O meu professor do ensino primário

Na eira do avô dos Ribaus

Dona Luz Facica nas minhas memórias